Albardas e Alforges... nunca vi nada assim! Minto... já vi!
Quarta-feira, 8 de Dezembro de 2021
TEATRO DO ABSURDO

Há dias em que nos deparamos com uma sequência de afirmações públicas que são expressão do mais puro disparate. É o caso de Maria Helena Costa, porta-voz do movimento “Deixem as crianças em paz” (o que quer que este movimento seja!). Conforme revelou Joana Marques no seu programa radiofónico Extremamente desagradável, da Rádio Renascença (do qual o artigo de Bárbara Reis, no Público de 13/11/2021 faz eco), tal personagem publicou um vídeo nas redes sociais em que declarava, “Um pai entrou em contacto comigo e disse-me que, em Viana do Castelo, há escolas a passarem filmes pornográficos, pelo menos uma vez por semana, para alunos de 11 e 12 anos!”, ou “O meu filho adorava-me, muito mesmo. Até o socialismo dominar a mente dele”. Mas há mais pérolas desta fervorosa crítica da disciplina curricular de Cidadania e Desenvolvimento: “[As ideias da identidade de género são] puramente ideológicas e servem os interesses de associações radicalizadas, altamente financiadas por grupos que querem baixar rapidamente a população mundial.” Para esta ex-chefe de distribuição no Grupo Jerónimo Martins, que se define como “cristã, esposa e mãe – a ordem é mesmo essa” (como faz questão de sublinhar), “O problema é quando nós vivemos numa sociedade em que os meios de comunicação social são claramente marxistas, claramente reféns do Estado”, rematando com o seguinte delírio: “Vem meia dúzia de iluminados para a televisão dizer que aquilo que estamos a dizer é mentira e as pessoas, simplesmente – como eles aparecem na televisão, como alguns são ministros – acreditam mais depressa neles do que em quem estuda, quem pesquisa e quem está a lutar contra este flagelo [itálicos meus]. Faz lembrar a Alemanha: quando os alemães deram conta, já milhões de judeus tinham morrido nas câmaras de gás.” Hã?!

Também temos exemplos de sinal contrário, isto é, do domínio do “politicamente correto”. Na recente produção de “Romeu e Julieta”, levada à cena pela Shakespeare’s Globe Theatre, em Londres, procurou-se não ferir a sensibilidade dos espetadores, ao distribuir um folheto com avisos do seguinte teor: “No final, quando Romeu bebe veneno, e o ator vomita e entra em convulsões, isso não é real – e não, o ator não está doente.”, ou “Há uma luta no palco. A violência, no entanto, não é real e não deve ser imitada. Há sangue no palco – mas não é real.” (Ler, verão/outono de 2021). Os responsáveis do teatro, com a preocupação de protegerem os espetadores mais impressionáveis – e como “ativistas da saúde mental”, conforme declaram – disponibilizam mesmo uma consulta num hospital para quem, ainda assim, ficar chocado com a morte de Julieta! Não sei o que é pior; se a infantilização dos espetadores, se o despropósito da inquietação, se a insensatez da proposta.

Há, de facto, dias em que parece estarmos a viver uma qualquer peça do chamado “teatro do absurdo”, designação dada em 1961 pelo crítico húngaro Martin Esslin à dramaturgia dos aspetos inusitados da nossa existência, do “sentido do sem sentido da condição humana”, aqui versado no abandono do mais ténue resquício de bom senso e na dissolução dos mais elementares princípios da racionalidade, pela indução da ignorância extrema e do fanatismo mais descabelado. Neste contexto, do simples absurdo, facilmente podemos resvalar para o domínio da iniquidade e para a afirmação verdadeiramente indecorosa. Entrevistado a propósito do seu mais recente livro, O Jardim dos Animais com Alma, e depois de uma série de patetices sobre a capacidade pensante dos animais, o jornalista José Rodrigues dos Santos sai-se com esta declaração espantosa: “Se descobrimos que as galinhas têm inteligência e emoções, matamo-las? Então nós, que nos indignamos com o que se passou em Auschwitz e nos Gulags, temos isso à porta de casa?!” (TVGuia, 11/11/2021). Sem comentários! (apesar de apetecer lembrar a José Rodrigo dos Santos que – helás – Adolf Hitler era vegetariano).

Hugo Fernandez



publicado por albardeiro às 16:05
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Novembro 2022
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


posts recentes

PERIGO

A RELAÇÃO

RECONHECIMENTO

SOCIEDADE DO DESCONHECIME...

O ECLIPSE

Atualidades - velhas e no...

JOGO DE ESPELHOS

CONSEQUENTE

72 QUILÓMETROS

TEATRO DO ABSURDO

arquivos

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Junho 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Outubro 2020

Julho 2020

Junho 2020

Abril 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Novembro 2018

Setembro 2018

Julho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

blogs SAPO
subscrever feeds
Em destaque no SAPO Blogs
pub