Albardas e Alforges... nunca vi nada assim! Minto... já vi!
Segunda-feira, 24 de Maio de 2004
CONTINUAÇÃO de “Outros fogos e os "mesmos" objectivos!”

Parte V


Indústria armamentista: Esse ponto funciona apenas como um óbvio corolário do exposto nos quatro anteriores. É óbvio que os fabricantes de armas (e, sem remorso algum, provavelmente os seus correligionários da espionagem) estão a abrir várias garrafas de champanhe. No entanto, o reverso também pode ser real. E também era óbvio que, se a operação toda ganhasse a dimensão que Bush esperava, a economia americana em recessão ganharia um novo fôlego. Sempre tinha sido assim, e não havia razão para ser diferente agora.


Se assim fosse, Bush e os seus apaniguados deviam “continuar” secretamente a comemorar os efeitos do atentado de 11 de Setembro. Pelo que já se viu, sem qualquer pudor, não poderia (na altura) ter recebido melhor notícia. Irresistível, nesse ponto, fazer uma analogia com o incêndio da sede do parlamento alemão (Reichstag), na noite de 28 de Fevereiro de 1933. Enquanto o prédio ainda ardia, Adolf Hitler, que acabara de assumir o poder, fez um dramático discurso: "Vocês têm aqui um exemplo do que a Europa e nós devemos esperar do terrorismo comunista e dos seu aliados Judeus(!). Sobre estes cairá agora o punho duro e poderoso". Imediatamente, foram presos 4.000 militantes comunistas e outro tanto de social-democratas, liberais e judeus. Hitler, com grande oportunidade política, aproveitou o momento para consolidar o poder nazi. Começava a sua ditadura.


Hitler responsabilizou os comunistas e em parte a comunidade judaica, antes de qualquer comprovação (como Bush, devidamente ancorado pelos média histéricos falou de outros... no geral); também Hitler, falou em nome da "Europa", contra o inimigo universal que eram todos os de esquerda(!) (como Bush fala em nome da "civilização" e da "democracia" contra o Islão); e, finalmente, fez do julgamento uma farsa para justificar a sua própria ditadura. Até hoje, ainda existem dúvidas quanto à autoria do incêndio do Reichstag. Ao que parece, foi um acto isolado de um comunista holandês Van der Lubbe, embora existam suspeitas de que tenha sido obra dos próprios homens de Hitler.


Não há, obviamente, evidências de que os "homens de Bush" armaram o atentado em Nova York e Washington (Já o disseram alguns: Thierry Messan, Samy Adghirni, Gore Vidal, etc.). Contudo, Osama bin Laden, foi treinado pela CIA e, portanto, tem usado os seus métodos. Se foi mesmo ele o autor, como conseguiu montar tal operação sem ser detectado? Não seria essa a primeira vez, aliás, que os serviços secretos americanos teriam permitido a realização de um ataque, para com isso obter os necessários pretextos para os seus objectivos. Provavelmente, não sabiam era a sua dimensão e consequências (já alguém deu com a língua nos dentes e os inquéritos, felizmente, estão em marcha; lembram-se também do que aconteceu quanto a Pearl Harbor).


Independentemente de quem foi o culpado, o acto terrorista de 28 de Fevereiro de 1933 foi ideal para a ascensão de Hitler, assim como o 11 de Setembro de 2001 foi ideal para dar um impulso decisivo ao governo do medíocre Bush. Um filósofo alemão disse, certa vez, que a história (sempre) se repete como farsa. Tivesse ele a infelicidade de conhecer Bush júnior, que já é a versão tragicómica do seu pai (ele próprio, um emblema da decadência americana), o filósofo seria obrigado a dizer que não há limites para a farsa (e para a indecência) na história dos homens.


Para a próxima, depois de vários pedidos (no e-mail) o tema versará sobre o... Alentejo!



publicado por albardeiro às 22:04
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Plancie Herica a 25 de Maio de 2004 às 20:25
Também gostava que falasse sobre este nosso tema: o Alentejo.

Um abraço,
Francisco Nunes


De Plancie Herica a 25 de Maio de 2004 às 17:26
Cometi a impertinência de publicar, sem a sua autorização, no meu blogue, o comentário que me enviou. Não resisti a tamanha tentação.
Espero que não se sinta ultrajado.

Um abraço,
Francisco Nunes

P.S. Como é óbvio aquele texto é seu e, se por qualquer motivo pretender alterá-lo ou evitar-lhe a exposição pública, retirá-lo-ei de imediato do meu blogue.


Comentar post

pesquisar
 
Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28


posts recentes

INFORMAÇÃO

ERA UMA VEZ

ILUSÃO FATAL

A LIÇÃO

SALVE-SE QUEM PUDER

ESCOLHA RACIONAL

VERDADE E CONSEQUÊNCIA

PRAÇA DA JORNA

CONTAS

FAZER DE CONTA

arquivos

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds